O Zeitgeist é sombrio




Zeitgeist é uma palavra alemã que significa algo como “espírito do tempo” e tenta descrever o panorama cultural de uma determinada época.

Desde 2007 a palavra foi praticamente raptada por um documentário dirigido por Peter Joseph. Uma busca no Google demonstra isso. Neste documentário, dividido em três partes, cuja primeira se resume a uma coleção de ataques pueris contra o Cristianismo, todos eles originados nos textos de vigaristas como Acharya S. – plagiadora de Kersey Graves e discípula de Helena Blavatsky, Aleister Crowley e Anton Lavey -- e logo refutados por historiadores sérios. Nas outras duas partes, que abordam respectivamente a máfia do Federal Reserve e os atentados de 11 de setembro de 2001, o diretor acertou em algumas críticas, mas seu antiamericanismo adolescente faz do filme um panfleto ideológico, nos moldes de trabalhos mentirosos como os de Michael Moore e Oliver Stone.

De qualquer forma, deixando de lado o "documentário" e voltando ao significado original do termo, o zeitgeist da nossa geração – talvez também da anterior e provavelmente da próxima – é realmente sombrio.

Se não bastassem as ações governamentais que ocorrem em praticamente todas as nações ocidentais, que estão destruindo a civilização que nasceu dos ideais gregos e romanos e foi construída sobre a Moral Cristã, o zeitgeist que já está enraizado na nossa cultura é um misto de ódio e rancor, justamente contra os princípios e valores que sustentam o Ocidente, valores estes que estão entre o que de melhor a humanidade foi capaz de produzir.

Questões como cotas, bolsas, aborto, censura, destruição da família e até a pedofilia, aliadas a propostas espelhadas nos socialistas, comunistas e nazistas hoje são tidas como ideais respeitáveis e benéficos. E grande parte da população viciada em TV e adoradora do show business aceita este caldo de pseudocultura sem qualquer questionamento.

Resumindo, o zeitgeist atual é uma combinação do sonho de ditadores como Stálin, Pol Pot, Mao e Fidel, com o pensamento de psicopatas megalomaníacos como Gramsci, Lucács, Marx, Lênin, os dissimulados membros da Escola de Frankfurt, Michel Foucault e outros desequilibrados autoritários. E o mais triste é que muitos idiotas úteis que defendem estes ideais nem imaginam o que promovem e só perceberão o perigo tarde demais, quando as suas liberdades forem confiscadas e a bota já estiver sobre o seu pescoço.

-- x --



PS: Para quem ainda não conhece as refutações sistemáticas de todas as falsas afirmações da primeira parte do documentário Zeitgeist (2007), assim como as esdrúxulas comparações entre a vida de Jesus Cristo e os mitológicos Hórus, Mitra, Dionísio, Osíris, Attis e Krishina que circulam na Internet, vale a pena conhecer o trabalho do Dr. Chris Forbes, Doutor em História do Novo Testamento. 

.

18 comentários:

Octopus disse...

Zeitgeist,

Quanto a mim tem uma boa primeira parte, mas quando vimos as adendas, vimos que está embutido de uma solução social inaceitável.

Um abraço

Ale Costa disse...

Mas é exatamente na primeira parte que se concentram as piores mentiras... De qualquer forma, obrigado pelo comentário. Abraços!

Anônimo disse...

Texto brilhante...........

Anônimo disse...

GOSTEI DA ABORDAGEM. VI O DOC, TAMBÉM ACHEI UMA BOBAGEM ESSA 1A PARTE
LUCIANO BB

Octopus disse...

Não concorde consigo quanto à primeira parte.

Talvez por ser ateu, vejo a a religião como motor da ignorância humana e parte da escravidão na crença de hipotéticos Deuses.

A parte que diz respeito ao sistema monetário vigente também é muito esclarecedora.

Mas visto bem as coisas, não concordo em absoluto com a manipulação e propostas nas adendas.

Ale Costa disse...

Discordo completamente da sua afirmação. Seja qual for a área do conhecimento, as mentes mais brilhantes de todos os tempos foram de pessoas que acreditavam em Deus (Sócrates, Platão, Aristóteles, Pitágoras, Agostinho, Leibniz, Newton, Galileu, Mendel, Pascal, Descartes, Copérnico, Vivaldi, Shakespeare, Dante, Mozart, Bach, Caravaggio, Da Vinci etc.). A História comprova minha tese. Mas independente da sua postura religiosa (ser ateu também é ter uma crença), as informações que o filme distorce são históricas e registradas em centenas de documentos. Basta estudar para saber. Qualquer historiador sério reconhece a existência de Jesus Cristo e refuta a comparação com seres mitológicos como Hórus. Como eu já disse nesta e em outras postagens, todos estes ataques contra o Cristianismo são apenas falácias que foram propagandeadas por Zeitgeist e outros picaretas, visando interesses puramente políticos. De qualquer forma, valeu pelo comentário! Abraços.

Anônimo disse...

adorei o post e mais ainda o blog, recheado de bons textos.-@-

Bosques Ibéricos disse...

É tudo um engodo Ale, a começar pelo Zeitgeist e a acabar na B'nai B'rith.

http://judaismoemaconaria.blogspot.pt/search/label/antipapa

TON M disse...

assisti Zeitgeist e achei superficial e tendencioso, mas por outro lado da abertura a questionamentos com relaçao as inumeras pseudo verdades que nos enfiam guela a baixo desde o nascimento.
Quem realmente quer a verdade, precisa estar preparado para ver derrepente suas crenças serem viradas do avesso.
Poucos contestam a existencia de Jesus como nos fou ensinado, mas historicamente até onde pesquisei, as ditas provas sao muito tenues para serem evidencias.
Por outro lado um personagem Gautama Sidartha, nascido quase 500 anos antes possui milhares de evidencias escritas, fisicas, verbais.
É so procurar um pouquinho para confirmar.
Será realmente que devemos mexer de verdade nisto? Ou podemos pirar a cabeça das criancinhas?

obrigado pelo espaço
washington

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Gracias por toda esa información que nos da, lo desconocía.
hace mucho tiempo que no nos vistamos, pero aún sin tiempo, paso a lerle y dejarle un beso de ternura.
Sor.Cecilia

Nos dias de Noé disse...

olá amigo está sumido, sem posts novos...td bem contigo?

Anônimo disse...

In up to the minute English, a casino is a quickness which houses and accommodates adamant types of gambling activities. Casinos are most commonly built next-door or combined with hotels, restaurants, retail shopping, littoral ships or other wayfarer attractions. There is much meditation on the other side of whether or not the progenitive and cost-effective consequences of casino gambling clue the scales the principal gate that may be generated.
[url=http://betting-b-o-n-u-s.webs.com/]bet 365 bonus[/url]
[url=http://www.freewebs.com/bukkbonus/]bet 365 bonus[/url]
[url=http://www.freewebs.com/bonusbukk/]bet 365 bonus[/url]
In the Prevalent States, lavish states are grappling with catastrophic unemployment and budget deficits and are nowadays turning to legalizing casinos, interval after dated in places that are not day-tripper destinations. Some casinos are also known with a distance of thinking hosting potent introduction events, such as stand-up comedy, concerts, and sporting events. Capitalize on of the compact in the gone and forgotten, and today's spa to in some countries, does not certainly cover gambling.
[url=http://www.freewebs.com/bonussbuk/]bwin bonus[/url]
[url=http://www.freewebs.com/bukbonuss/]bwin bonus[/url]
[url=http://www.freewebs.com/bonusbuk/]bwin bonus[/url]
The mature "Casino" is of Italian line, the by birth land account being "Casa" (stationary) and at meant a paltry woods villa, summerhouse or pavilion. The designation changed to refer to a construction built after exhilaration, as per common on the grounds of a larger Italian villa or palazzo. Such buildings were utilized to proprietress civic capital city functions – including dancing, music listening, and gambling.
There are examples of such casinos at Villa Giulia and Villa Farnese. In flavour of the month window of period Italian, this to the fullest of circumstance designates a bordello (also called "casa chiusa", consequently "closed dwelling-place"), while the gambling edifice is spelled casino with an accent.
Not all casinos were acclimatized unerringly to the coup that gaming. The Copenhagen Casino was a showbiz, known as a help to the partake of made of its passageway reciprocation representing elapse in together accessible meetings during the 1848 Place which made Denmark a constitutional monarchy. Until 1937 it was a notable Danish theatre.[3] The Hanko Casino located in Hanko, Finland - a helpmate of that municipality's most understandable landmarks - was not in the least tempered to representing gambling. Veritably, it was a perfunctory dinner foyer representing the Russian purity which frequented this spa dwelling to saunter in the belatedly 19th century, and is in two shakes of a lamb's dog utilized as a restaurant. The Catalina Casino,[4] a honoured landmark overlooking Avalon Harbor on Santa Catalina Atoll, California, has conditions been euphemistic pre-owned looking seeing that routine games of wager, which were already outlawed in California before the hour it was built.
[url=https://flavors.me/williamhillbonus]william hill bonus[/url]
[url=https://flavors.me/betathome]bet at home bonus[/url]
During the 19th century, the in relation to "casino" came to comprise other salver apportion publicly buildings where pleasurable activities, including gambling, and sports took place. An criterion of this keyboard of edifice is the Newport Casino in Newport, Rhode Island.
[url=http://www.freewebs.com/betabonus/]bwin[/url]
[url=http://betobonus.webs.com/]bet365[/url]
[url=http://www.freewebs.com/betabonuss/]bet365 bonus[/url]
[url=http://betebonus.webs.com/]bwin bonus[/url]

Anônimo disse...

Boa postagem! Como sempre, aliás.

José María Souza Costa disse...

Invitación - E

Pasei acá leendo , y visitando su blog.
También tengo un, sólo que mucho más simple.
Estoy invitando a visitarme, y si es posible seguir juntos por ellos y con ellos. Siempre me gustó escribir, exponer y compartir mis ideas con las personas, independientemente de su clase Social, Creed Religiosa, Orientación Sexual, o la Etnicidad.
A mí, lo que es nuestro interés el intercambio de ideas, y, pensamientos.
Estoy ahí en mi Simpleton espacio, esperando.
Y yo ya estoy siguiendo tu blog.
Fortaleza, la Paz, Amistad y felicidad
para ti, un abrazo desde Brasil.
http://josemariacostaescreveu.blogspot.com


pedro goulart disse...

"As mentes mais brilhantes de todos os tempos foram de pessoas que acreditavam em Deus". Recomendo então, a leitura do livro Autobiografia de um Yogue, de Paramahansa Yogananda. Se atentem principalmente nos seus diálogos com Mahatma Gandhi; quanta sabedoria!
Se me apontarem alguém que tenha chegado aos pés deste yogue em sua fé em Deus; se me mostrarem alguém que tenha programado a própria morte, defronte a um gigantesco público de ocidentais (com documentos e registros de pessoas imparciais como no caso de Yogananda), toda essa discussão perderá a razão de ser. Ou será que, em pleno século XXI, continuarão com a mesma visão religiosa e esotérica de sempre sobre o Oriente?
Só os ocidentais podem acreditar em Deus? Refutar a história de Krishna por exemplo, que é idêntica a de Jesus, porém muito, mas muito mais antiga, o que nos leva a crer e sem sombra de dúvidas, que houve uma certa "chupada" cristã nessa história? Ou vão negar? Que é conversa de "viajandão"?
Ignorar a cultura indiana nesse tipo de debate é a prova cabal da mais profunda ignorância!

Jack Bauer disse...

... moral cristã??? Que moral tem o Cristianismo??? Uma espécie ''de droga alucinógena''que já matou milhares!!! Talvez seja esta, a moral Cristã. Não estou dizendo que o documentário baseia-se inteiramente em verdades, mas afirmo que a maioria dos cristãos que conheço sempre acham que tem sua própria verdade e levam isto às últimas consequências. Então, adianta assistir a este documentário, se eles próprios já são donos da verdade? Até mais.

Ale Costa disse...

Garoto 24 Horas, vá estudar! Além de aprender que a Moral Cristã foi o que fundou a civilização ocidental, a mais próspera, justa e civilizada da História (ou então cite outra). Estude também para não fazer papel de bobo repetindo as bobagens que você nem sabe de onde vieram... Quem sabe estudando um pouco você não fica mais coerente também... Admite as mentiras do documentário, mas para você isso parece não fazer diferença. "O importante é atacar o Cristianismo", né? Tão patético que nem percebe que o seu comentário confirma o que eu escrevi, que o "espírito do tempo" é hostil ao Cristianismo.

Anônimo disse...

Ale, você é cristão? Desculpe mas a parte que você cita as comparações como "esdrúxulas" feitas com Jesus não tem cabimento nenhum. Pois são comparações muito bem fundamentadas. Sempre haverá comparações, pois estes seres (Como foi Jesus) vieram todos fazer o mesmo trabalho, restabelecer uma lei. E ainda colocar com vigaristas ícones como Helena Blavatski, é brincadeira né! Vou até tirar esse blog dos meus favoritos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...