Diga-me com quem andas, que eu te direi se vou contigo


9 comentários:

Simone Aline disse...

E eu sigo também...he he he
Acho que "arma" para civis, em hipótese alguma, deveria poder ser "legalizada". Já começa o erro aí! Diz o ditado que "de boas intenções o inferno está cheio". Um civil comprar uma arma com "boa" intenção não significa que essa arma será usada com a mesma intenção! A distância entre comprar e usar uma arma (ou usarem)é enorme! Então, justificar a compra como "proteção", pra mim, é um argumento inválido!

Cida Kuntze disse...

Olá!
Vim agradecer a sua visita no meu blog. Estou sem tempo por esses dias, por isso não vim antes agradecer, mas voltarei com tempo pra ler as matérias e conhecer melhor o seu blog ok.
Um abraço e uma ótmo dia!

Samanta disse...

Olá !!

Concordo que arma deveria ser algo quase impossível de se obter ! Até mesmo quem é treinado para usá-las pode , em algum momento agir de uma maneira que acusará danos terríveis, pois todos somos humanos, com emoções fortes, impulsividade, etc e isso gera abertura para inúmeros casos do uso da arma de maneira imprópria.
Por isso, se já é difícil com quem recebeu treinamento, imagina na mão de um pai de família que sofre, uma dona de casa com desejo de vingança, uma criança brincando, ou o pior, um psicopata desequilibrado...
Seria melhor reforçar nossa segurança da maneira tradicional, do que tentar desta maneira, o final nunca é bom.

Um abraçãoooo e bom restinho de semana !

Quando a mensagem está a seu alcance. disse...

Comprar arma legalmente é trabalhoso. É necessário ser entrevistado por um delegado de polícia, burocracias e ainda se corre o risco de ser o primeiro a ser investigado numa região caso haja alguma investigação.

Deter o direito de comprar uma arma para autodefesa deveria ser uma garantia constitucional.

O cartaz identifica muito bem, qualquer homem de bem pode ser refém de uma sociedade maligna opressora aonde bastaria somente um ditador para controlar a vida de pessoas dóceis e desarmadas.

Já somos dóceis com o que vem ocorrendo no país numa sociedade cercada de bandidos, mesmo com o crescimento econômico.

Quando a situação econômica voltar a piorar, aonde isso pára?

Daremos uma garantia aos bandidos de que o povo é dócil e desarmado para que sejam roubados em arrastões?

LEANDRO CHH disse...

Como vai Ale.
Olha, é um tema que tem muito oque se discutir, pois remete diretamente a segurança dos cidadãos.
Se os mesmos não puderem confiar em seus governantes, como se sentiram seguros desarmados.
Mas por outro lado do que adianta armas nas mãos de quem não tem treinamento para usá-las.
Precisamos de um governo confiável, que acabe com o banditismo, desarme, prenda e se for possível reintegre na sociedade esses individuos. Um governo que traga segurança, sem retirar a liberdade dos cidadãos.
Saudações cordiais.
Leandro CHH

Simone Audrei disse...

Mais uma vez, fui presenteada com um lindo selinho, que devo repassar a blogs que gosto e visito, estou repassando para você. Se aceitar passe no meu blog e veja o post “Mais um selinho”. Fique a vontade para aceitar ou não, sem qualquer constrangimento, o que vale é a intenção.
Bj.

Manuella Monte Santo disse...

Bom a verdade é que enquanto as pessoas tiverem fácil acesso às armas tudo continuará do mesmo jeito.

Anônimo disse...

Impressão minha ou alguns destes de sua lista foram depostos pelos EUA?

Anônimo disse...

O anônimo anterior está com peninha dos ditadores que foram depostos pelos EUA. Que coisa linda! Seu norte moral deve ser daqueles que condena o governo militar brasileiro e aplaude a ditadura cubana...

E por falar em armas, os números não mentem: quanto mais armas nas mãos das pessoas de bem, menos crime e menos governos totalitários. Suíça, Canadá e EUA estão aí pra provar...

Apenas os idiotas ainda não perceberam isso...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...